.

O Aikido

Após um longo período de obscuridade no ocidente, durante o qual era conhecido apenas em alguns círculos de iniciados, o Aikidô é conhecido hoje como uma das mais sofisticadas e sutis Artes Marciais e nos seus mais altos níveis como uma disciplina efetiva de desenvolvimento, integração e utilização do poder físico e mental do homem.
O que pode parecer, olhando-se superficialmente, apenas um método eficiente de defesa contra qualquer tipo de ataque, revela-se, após uma análise mais profunda não apenas mais um método derivado do Bujutsu Japonês (artes marciais), mas em adição à isto também uma disciplina de coordenação, um meio de fortalecer o corpo e a mente, fundindo o poder mental e físico para que ele ou ela (praticante) emerja como um ser humano integrado.
A palavra AIKIDÔ, de fato, significa "Método ou caminho (DÔ) para coordenação ou harmonia (KI) da energia mental ou espírito (AI)”.
A arte desenvolvida pelo Mestre Morihei Ueshiba no Japão, combina movimentos práticos de defesa pessoal derivados da luta de espadas e bastões, jujutsu, aikijutsu e outros.
O Aikidô, apesar de ser uma introdução relativamente recente no mundo das artes marciais, é um rico herdeiro das tradições culturais e filosóficas do Japão.
No Aikidô existe sempre a determinação da fusão do pensamento e da ação com conseqüente extensão da energia ou KI.
A meta do Aikidô não é a derrota dos outros, e sim a derrota das características negativas que habitam a mente do homem, inibindo seu correto funcionamento. No Aikidô não há atalhos para a proficiência. Em outras palavras não há outro caminho senão o treinamento dedicado e persistente. O principal objetivo do Aikidô é a realização interior e o refinamento espiritual.
O Aikidô não é primordialmente um sistema de combate, mas um meio de auto-educação e desenvolvimento do ser humano. Não há torneios ou competições. Ao contrário, todas as suas técnicas são aprendidas cooperativamente, em ritmo adequado às habilidades de cada um.

A origem

 Os antigos livros de artes marciais japoneses contam que o Aikijujutsu ( a Arte Mãe do Aikido ) foi originalmente desenvolvido por Minamoto No Yoshimitsu, o terceiro filho de Minamoto Yorioshi, que era descendente em 5a geração do próprio Imperador Seiwa. A família Minamoto era uma das mais influentes família do Japão daqueles tempos, e de onde floresceram os mais famosos guerreiros.

Na verdade acredita-se que Minamoto No Yoshimitsu, e seu irmão Yoshilie Minamoto provavelmente aperfeiçoaram as técnicas guerreiras que já existiam no Clã, e eram propriedade da família, já por muitos anos passados, cujas origens se perdem no tempo. Minamoto distinguiu-se como famoso professor de Lança (SOJUTSU) e seu irmão Yoshilie Minamoto como arqueiro KIUJUTSU, além de ambos serem Mestres de TAIJUTSU ( posteriormente chamado de JUJUTSU ).

O filho mais velho de Yoshimitsu Minamoto, Yoshikio mudou-se para a área conhecida como Kai e fundou uma nova ramificação da família denominando Kai Genji Takeda. Significando, Kai o local, Genji o nome original da família, e Takeda o novo nome da família. A família, Takeda desenvolveu Artes Marciais de Estilos próprios incluindo, A Arte de Cavalgar, Lança Espada e Técnicas de Aikijujutsu. Ainda atualmente as únicas escolas de cavalgar do Japão são a Takeda Ryu e OgaSawara Ryu e ambas atribuem à Minamoto No Yoshimitsu como seu fundador.

Na realidade Sokako Takeda representa a ligação entre nossos tempos e os tempos dos samurais, foi ele na verdade que divulgou o AIKIJUJUTSU para a população, fora do fechado Clã Aizu.

Em 1912, Sokako Taqueda encontrou Morihei Ueshiba, que havia nascido em 14 de dezembro de 1883, no distrito de Motomachi na Cidade de Tamabi de Prefeitura Wakaiama. Ueshiba que originalmente se chamava Moritaka, desde pequeno se interessava por religião daí ter sido encorajado por seus pais à praticar Artes Marciais, praticando Sumô e Natação. Em sua juventude foi para Tókio onde havia um pequeno negócio, e praticou Kito Ryu Aikijujutsu e a Esgrima da escola Shinkage. Por problemas de saúde voltou para casa e mais tarde, em 1903, se alistou no exército e combateu com distinção na guerra Russo Japonesa. Quando decidiu ir para Hokkaido, em 1912 foi apresentado à Sokako Takeda por Yoshiba Kotaro e se tornou estudante. Por sete anos ele estudou com Takeda quando o mesmo estava em seu pico de habilidade. Em 1922, com a idade de 39 anos juntamente com 22 outras pessoas ele recebeu o título de Kyoju Diri, significando que era mestre na maioria das técnicas do Daito Ryu Aikijujutsu. Porém, dois outros estudantes receberam títulos mais importantes Yukiyoshi Sagawa e Takuma Hisa receberam o Kaiden título máximo. Yukyoshi se tornou o 36º chefe do Daito Ryu Aikijujutsu por delegação de Takeda, porém declinou em favor de Tokimune Takeda, filho legítimo de Sokaku Takeda. Em 1936, depois de ensinar para pequenos grupos, Morihei Ueshiba decidiu criar sua escola em Tókyo, com o estilo próprio denominando-o Aikibudo. Aliais Ueshiba denominou seu estilo várias vezes com nomes diferentes, como: Aikibudo, Ueshiba Juku Aikijutsu, Takemusso Aiki e finalmente aconselhado por Degushi o nome de AIKIDO.

Nota:

Aikido é o trabalho de Ame no Mura kumo Ku Ki Samuhara Ryuu ou.
Ame no Mura kumo é o trabalho do Ki Universal, o ki da Ilha de Onogoro, e o ki que respira através de todo o ki de tudo que existe no Universo.
Ku Ki é uma espada com duas lâminas que corta e une o Grande Espírito da Terra e Céu, o que a torna a espada de duas lâminas do Céu e da Terra.
Samuhara é uma palavra para enaltecer a maior virtude e mérito do mundo. (Ryuu ou significa literalmente “Dragão Rei”).